Homens vão menos ao dentista em comparação às mulheres

0
263

A Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) de 2013, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), afirma que os homens são menos cuidadosos com os dentes que as mulheres.  Apenas 41,3% dos homens disseram ter ido ao dentista nos últimos 12 meses. Já as mulheres, 47,3% estiveram checando a saúde bucal no último ano. Apesar de não apresentar nenhum sintoma, é possível ter uma doença bucal como cárie, gengivite, placa bacteriana e até o câncer de boca, por isso, é fundamental manter os cuidados com a saúde oral.

Dentre os possíveis sintomas de algum problema bucal estão o mau hálito persistente, gosto ruim, dentes permanentes que estão com mobilidade ou se separando, gengiva vermelha, inchada e sensível. Estando com qualquer um destes sinais é recomendado procurar um dentista o mais rápido possível.

O presidente da Uniodonto, Dr. Ricardo Lourenço, afirma que problemas bucais podem levar a outras doenças. “Problemas deste tipo começam afetando o tecido gengival e, com o tempo, pode ocorrer à perda dos tecidos de suporte dentário, levando a perca dos dentes e as bactérias podem adentrar até o sistema circulatório, afetando outros órgãos”, explica o Dr.

Um dos fatores que mais prejudicam a saúde da boca é o hábito de fumar. O cigarro começa a prejudicar o organismo a partir da boca, ocasionando manchas nos dentes, feridas que não cicatrizam podem evoluir até um câncer.

Higiene bucal é fundamental. Escovar os dentes no mínimo três vezes ao dia, passar fio dental e ir ao dentista a cada seis meses, este é o hábito para quem quer manter a saúde bucal em dia. Apesar das pesquisas ainda mostrarem que o brasileiro negligencia nos cuidados com a saúde bucal, o número de adesão a planos odontológicos tem crescido.      “É possível garantir a saúde bucal com baixo investimento. O mais importante é começar o mais rápido possível, para que nenhum problema leve se torne grave e de difícil tratamento. Hoje com apenas R$ 1,63 por dia a pessoa consegue fazer seu plano familiar ou individual, é um preço muito acessível para a população cuidar dos dentes e com uma equipe especializada”, finaliza Dr. Ricardo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here