Mais de 12 mil imóveis devem ser construídos até 2022 em Uberlândia, aponta pesquisa

0
164
Valor do IPTU pode ficar mais alto em São Paulo

Uma pesquisa sobre o perfil imobiliário de Uberlândia divulgada nesta segunda-feira (10) aponta que mais de 12 mil imóveis devem ser construídos na cidade até 2022. O estudo foi feito por uma empresa de consultoria contratada pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba e avaliou o desempenho do setor nos três primeiros anos de 2017, comparados ao mesmo período de 2016 e 2015.

Com o mercado de imóveis aquecido, Uberlândia tem uma taxa de crescimento de 3,1% no setor e 79,1% das residências ofertadas custam até R$ 190 mil, segundo o perfil. Atualmente, a cidade possui 236.423 domicílios, dos quais 86,9% são casas. Em 52,8% das residências, há entre dois e três moradores. Os dados também mostram que 62% dos imóveis são próprios, 30% são alugados e 8%, cedidos. A maior concentração de empreendimentos imobiliários está no bairro Santa Mônica, com 17 lançamentos desde 2011.

Pesquisa apontou que taxa de crescimento do setor imobiliário é de 3,1% ao ano em Uberlândia (Foto: Prefeitura de Uberlândia/Divulgação)Pesquisa apontou que taxa de crescimento do setor imobiliário é de 3,1% ao ano em Uberlândia (Foto: Prefeitura de Uberlândia/Divulgação)

Pesquisa apontou que taxa de crescimento do setor imobiliário é de 3,1% ao ano em Uberlândia (Foto: Prefeitura de Uberlândia/Divulgação)

“A pesquisa levou dois meses e meio na primeira fase e foi feita na área urbana de Uberlândia, sem [considerar] imóveis usados”, disse Fábio Tadeu Araújo, sócio-diretor do sindicato.

A pesquisa também apontou que o preço médio do metro quadrado privativo de apartamentos na cidade é de R$ 3.875. Já o metro quadrado dos imóveis com dois dormitórios têm preço médio de R$ 3.532. Para quem busca apartamentos com um quarto, a oferta é baixa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here